quinta-feira, 2 de julho de 2009

BOLO MIMOSO

Ingredientes:

250 g de amêndoa ;

250 g de açúcar ;

125 g de fruta cristalizada ;

200 g de doce de chila ;

1 colher de café (rasa) de canela ;

6 ovos ;

raspa de um quarto de limão ;

125 g de açúcar em pó

Confecção:
Escalda-se, pela-se e rala-se a amêndoa.Picam-se as frutas e escorre-se e separa-se o doce de chila.Batem-se bem os ovos inteiros com o açúcar, juntam-se as frutas cristalizadas, a chila, a raspa de limão e a canela. Mistura-se bem, sem bater.Deita-se o preparado numa forma redonda forrada com papel vegetal untado e leva-se a cozer em forno moderado.Depois de cozido desenforma-se e retira-se o papel com o bolo ainda quente. Deixa-se arrefecer.Com o açúcar em pó prepara-se uma cobertura como a que se disse para o morgado de amêndoa e pincela-se o bolo.Enfeita-se a superfície com fruta cristalizada e contorna-se com papel franjado.

Bernardo

Um comentário:

Anônimo disse...

Quando essas mãozinhas fizerem um mimoso, terei todo o gosto em prová-lo e aprová-lo...já sabes que podes contar sempre comigo, Berna! Continua a postar, mas cuidado que podes fazer crescer água na boca!!!
Beijos
I.S.

miau...miau...

Ocorreu um erro neste gadget

National Geographic POD

Endangered Animal of the Day

Ocorreu um erro neste gadget

Direito à imagem

DIREITO À IMAGEM (Artigo 79º)
Artigo 79.º (Direito à imagem)1- O retrato de uma pessoa não pode ser exposto, reproduzido ou lançado no comércio sem o consentimento dela; depois da morte da pessoa retratada, a autorização compete às pessoas designadas no n.º2 do artigo 71.º, segundo a ordem nele indicada.2- Não é necessário o consentimento da pessoa retratada quando assim o justifiquem a sua notoriedade, o cargo que desempenhe, exigências de polícia ou de justiça, finalidades científicas, didácticas ou culturais, ou quando a reprodução da imagem vier enquadrada na de lugares públicos, ou na de factos de interesse público ou que hajam decorrido publicamente.3- O retrato não pode, porém, ser reproduzido, exposto ou lançado no comércio, se do facto resultar prejuízo para a honra, reputação ou simples decoro da pessoa retratada.in
http://www.aacs.pt/legislacao/codigo_civil.htm